14 November 2004

SOL

faz-me um poema
faz
fala do meu cabelo
diz-me que sabe a algodão doce
fala do meu olhar
diz-me que é uma janela de tábuas velhas e brancas
fala dos meus lábios
diz-me que partiram para navegarem em ti
fala do meu coração
diz-me que não pesa mais, pois agora o seguras tu
fala-me de ti
conta-me como foi que abriste-me
conta-me como foi que virei poesia
conta-me como foi que te achei
conta-me porque foi que te amei
conta-me tudo em poesia

porque é a única língua que agora conheço

e essa razão de não vires, a razão que desconheço.

1 comment:

catarina lello said...

o teu sol aqueceu me o coração. é tão bonita a tua maneira de sentir....beijos